CIMETOX

Comunicado Final do 1º Congresso Internacional de Toxicologia

Ao encerrar os trabalhos sobre os diversos temas constantes nos programa, o 1º Congresso Internacional de Toxicologia – Angola 2014, sob o lema "Por uma nova concepção da toxicologia em Angola para a contribuição na melhoria da qualidade de vida das populações", realizado de 24 a 27 de Novembro de 2014, na faculdade de Medicina de Malanje, sob orientação do Presidente da Comissão Organizadora,Sua Excelência Professor Doutor Samuel Carlos Victorino, Reitor da ULAN, aprovou o comunicado final e suas conclusões:

 

1. Participaram no Congresso as seguintes entidades: Sua Excelência Professor Doutor Adão do Nascimento, Ministro do Ensino Superior; Excelentíssimo Dr. Domingos Eduardo, Vice-Governador para o Sector Económico, em representação de Sua Excelência Dr. Norberto Fernandes dos Santos, Governador da Província de Malanje;Professor Doutor Samuel Carlos Victorino, Magnífico Reitor da ULAN; Sua Excelência General Lúcio Gonçalves do Amaral, Comandante do Exército; Professor Doutor André Pedro Neto, Digníssimo Decano da Faculdade de Medicina de Malanje; Bispo da Diocese de Malanje Dom Benedito Roberto. Estiveram presentes um total de 605 participante entre autoridades académicas, representantes das Forças Armadas, da Polícia Nacional, Serviço Nacional de Proteção Civil e Bombeiros, autoridades eclesiásticas, estudantes, professores, empresários, representantes da sociedade civil e interessados. Destaque-se a participação de 13 prelectores nacionais, 29 cubanos residentes em Angola,14 de outras nacionalidades como: 3 do Brasil, 4 de Cabo Verde, 5 de Cuba, 1 do Egipto, 2 de Portugal e 6 da Nigéria. Congresso provenientes do Brasil, Cabo Verde, Cuba, Egipto, Nigéria e Portugal.

 

2. Na sua intervenção de boas-vindas a todos os participantes, o Magnífico Reitor da ULAN, Professor Doutor Samuel Carlos Victorino, realçou a importância do presente Congresso como um fórum de partilha de conhecimentos e experiências no domínio da toxicologia, tendo ressaltado com particular incidência os aspectos relacionados com a proteção da saúde, do meio ambiente, segurança alimentar e nacional.

 

3. O início dos trabalhos foi marcado pela Conferência Magistral proferida por Sua Excelência Professor Doutor Adão do Nascimento,Ministro do Ensino Superior, que dissertou o tema: Ensino Superior – factorde desenvolvimento. Os Desafios da gestão e qualidade do ensino superior em Angola.

 

4. De seguida ouviu-se a conferência apresentada pelo Professor Doutor AndréPedro Neto que abordou o tema "Principais Factores que Influenciam o Desenvolvimento da Toxicologia em Angola e contribuem para a melhoria da Qualidade de Vida da População." O conferencista, ao defender a necessidade de divulgação e de maior valorização da Toxicologia no País, relembrou aos presentes que a Toxicologia é uma área do conhecimento científico recente que, no mundo moderno, tem relação directa com a segurança e bem-estar das populações. Nesta senda, enumerou determinados factores que colocam Angola numa situação vulnerável a eventos tóxicos devido a inexistência de sistemas de controlo e vigilância adequados e eficazes. É neste sentido que se apresenta o CIMETOX – Centro de Investigação e Informação de Medicamentos e Toxicologia como centro reitor da toxicologia no País.

 

5. A Professora Doutora Fan Hui Wen, do Instituto Butantan, do Brasil, ao dissertar o tema "Experiência Brasileira na Produção de Soros Antiofídicos”, referiu que em trinta anos de existência de o Instituto Butantan foram obtidos resultados importantes de forma faseada resultantes da melhoriadas tecnologias de produção. Presentemente, a produção de soros antiofídicos no Instituto cobre o mercado nacional brasileiro permitindo fazer face aos acidentes por mordedura de serpente e outros animais peçonhentos muito frequentes no Brasil. Destaca-se da sua apresentaçºao, o reconhecimento da necessidade de Angola produzir soros antiofídicos e estudar a composição dos venenos das serpentes de Angola, cujas especies sao diferentes do Brasil.

 

6. A quarta Conferência apresentada pela Mestre Paula Oliveira,com o tema: "Um desafio científico e técnico: a vigilância epidemiológica e o desenvolvimento de novas tecnologias para o tratamento dos acidentes ofídicos em Angola." Nesta conferência, o destaque recai no problema de saúde pública globalmente negligªenciado devido ao auseencia de informaçºoes por parte das populaçoes afetadas, na críse de abastecimento dos soros antiofídicos, bem como na falta de conhecimentos sistematizados sobre como tratar os acidentes causados por serpentes no País.

 

7. Durante os dias do Congresso foram abordados 19 temáticas em forma de conferência, comunicação oral e poster, das quais saíram as seguintes conclusões:

 

a) Temática – Toxicologia, Investigação, Educação e Sociedade:

• Aprofundar os temas toxicológicos nos cursos de Medicina ministrados nas demais universidades do País;

• Reconhecer a imperiosa necessidade de implementação de cursos de pós-graduação em toxicologia coordenados pelo CIMETOX em colaboração com outras instituições nacionais e internacionais para a formação de recursos humanos especializados para fazer face à problemática toxicológica angolana.

 

b) Temática – Ecotoxicologia e Avaliação de Risco:

• Considerar o CIMETOX como um parceiro importante para aassessoria do programa nacional de prevenção, controlo e manuseio de pesticidas de modosa melhorar,a curto e médio prazo, o cumprimento das normais internacionalmente estabelecidas para estes produtos, sobretudo no que toca à segurança alimentar.

 

c) Temática – Toxicologia Clínica e Farmacovigilância:

• Definir um quadro básico de medicamentos;

• Implementar programas de Farmacovigilância.

 

d) Temática – Desastres tecnológicos e Intoxicações Massivas. Bioterrorismo e Resposta NBQR:

• Considerar a imperiosa necessidade de formação de quadros para fazer face a desastres químicos e biológicos, sobretudo na prevenção da ébola;

• Criar um plano de resposta a emergências químicas NBQR nacional no âmbito da relação civil-militar.

 

e) Temática – Organização da Atenção Pré-hospitalar e Hospitalar em Desastres e Emergências Toxicológicas:

• Aperfeiçoar a atenção pré-hospitalar e hospitalar em desastres e emergências toxicológicas em colaboração com o CIMETOX.

 

f) Temática – Animais Peçonhentos e Plantas Tóxicas:

• Inventariar as distintas espécies de animais e vegetais tóxicos existentes em Angola;

• Conceber e realizar projectos de investigação com vista a caracterização de venenos de serpentes e outros animais peçonhentos visando a produção de soros antiofídicos para o tratamento de acidentes tóxicos.

 

g) Temática – Serpentes Venenosas, um Problema de Saúde:

• Reconhecer as experiências apresentadas pela delegação brasileira, sobretudo no domínio da produção de soro antiofídico e controlo institucional e multidisciplinar de vigilância de acidentes provocados por mordeduras de animais peçonhentos;

• Reconhecer os trabalhos científicos apresentados pelos profissionais do CIMETOX como um passo inaugural e importante para a sistematização do conhecimento das serpentes venenosas numa perspectiva toxicológica, clínica e epidemiológica dos acidentes ofídicos em Angola.

 

h) Temática – Pesticidas e Segurança Alimentar:

• Recomendar o início do programa nacional de pesticidas de Angola, visando controlar os agentes toxicológicos do país, identificados como segunda causa de intoxicação depois dos medicamentos.

 

j) Temática – Toxicologia Comunitária e Drogas de Abuso:

• Reconhecer a importância dos trabalhos comunitários dirigidos à avaliação de riscos tóxicos e uso indevido de drogas e alcoolismo, realizados pela Faculdade de Medicina de Malanje, no âmbito da extensão universitária, que recomendou a adopção de um programa de educação toxicológica para as comunidades, numa perspectiva de prevenção.

 

l) Temática – Impacto do CIMETOX na Prevenção e atenção das Intoxicações agudas em Angola:

• Melhorar a qualidade de vida das populações no que toca à prevenção e manuseio de intoxicações agudas através de serviços de informações telefónicas do CIMETOX em articulação com o MINSA (Ministério da Saúde);

• Aplicar, de forma extensiva, o sistema de toxicovigilância de intoxicação aguda proposto pelo CIMETOX em colaboração com o MINSA.

 

m) Temática – Tecnologia Avançada e Novas Tecnologias:

• Considerar a nano-tecnologia como uma ferramenta vantajosa para a medicina, apelando para a potencialidade tóxica de determinados nano-materiais que requerem a avaliação rigorosa da sua toxicidade e seu impacto ambiental.

 

n) Temática – Toxicologia Forense e Drogas de Abuso:

• Considerar a Toxicologia Forense como disciplina auxiliar na determinação da responsabilidade penal em casos de agressão, violência ou potenciais delitos, com repercussão para a saúde humana;

• Considerar que o alcoolismo é um problema de saúde e, por isso, recomenda-se a concepção e adopção de medidas de prevenção e combate.

 

Malanje, 27 de Novembro de 2014.

Ficheiros Anexos

Comunicado Final
PDF | 117.93 KBytes
Voltar Imprimir O seu email não é valido
Organização
2014 © CIMETOX Todos os direitos reservados
Última actualização 2018-08-14